Horário de funcionamento:
Sorocaba - SP
  • Fale conosco
  • Whatsapp
    15 99106 6152
MDS Blocos

Piso Intertravado: O que é e tudo sobre o Revestimento!

Piso Intertravado: O que é e tudo sobre o Revestimento!

Você já ouviu falar em piso intertravado? Talvez o termo não seja tão conhecido para você, ou até mesmo esse tipo de piso seja algo novo, mas o revestimento intertravado tem feito bastante sucesso na área da construção civil e pode ser uma ótima opção para diferentes tipos e estilos de projetos. 
 

Se você quer saber o que é o piso intertravado ou até mesmo conhecer mais dessa opção de revestimento, o post traz dicas essenciais que você precisa saber antes de escolher um tipo de piso para a área externa.

 

O que é Piso Intertravado? 

O piso intertravado, bloquete, pavimentos drenantes ou pavers, nomes pelos quais esse tipo de piso também denominado, é formado através de concreto e se encaixam lado a lado sem o uso de argamassa. 

Os blocos pré-fabricados em concreto, possuem diferentes formas e é muito usual em áreas externas e calçamentos como calçadas e até praças públicas.

 
 

Vantagens e Desvantagens

 
  • Antiderrapante: o bloquete é uma opção de piso antiderrapante, e isso acontece por conta do seu material de fabricação, que é o concreto. As pequenas peças que se encaixam possuem textura mais grosseira, e por isso não ficam lisas, sendo uma ótima opção externa.

 
  • Fácil instalação e manutenção: as peças são encaixadas lado a lado sem o uso de rejuntes e/ ou argamassa e isso deixa o processo de instalação mais rápido e simples. Essa ausência de material colante entre as peças também é uma vantagem no caso de reparos no subsolo, já que as peças podem ser removidas facilmente e após o reparo é só reinstalar o piso intertravado novamente.

 

  • Drenagem: o encaixe lado a lado das peças faz com que fique pequenos espaços entre os pisos, e isso facilita a absorção de água pelo solo. O uso do piso intertravado é indicado para evitar alagamentos e para projetos sustentáveis, uma vez que o piso não impermeabiliza o solo. 

 

  • Variedade de cores: a gama de cores para os bloquetes é uma das vantagens desse tipo de piso. Além da cor natural do concreto, há também opções coloridas que podem ser usadas para detalhes do calçamentos ou sinalizações, como faixa de pedestre.

 
 
  • Economia de energia: o piso de cor clara tem capacidade de refletir até 30% de luminosidade, e isso permite que os potinhos de luz sejam mais espaçados e menor quantidade o que reflete na economia de energia, e torna-se uma opção de calçamento para ruas de condomínios.

 

Desvantagens 

 
  • Deslocamento do piso: o piso é preenchido por areia e num processo de limpeza mais pesada essa areia que preenche os espaços entre os pisos pode ser removida, o que resulta na não fixação das peças e possível deslocamento dos bloquetes.   

 

Diferença paralelepípedo x piso intertravado 

 

É comum essa dúvida e a confusão em achar que paralelepípedo e piso intertravado são o mesmo tipo de revestimento. No entanto, apesar de serem ideias parecidas para piso, esses dois revestimentos são opções diferentes. 

 

E para sanar a dúvida e esclarecer essa confusão, vamos a uma breve explicação sobre a diferença de paralelepípedo e bloquete. 

 
 
  1. Paralelepípedo: pisos antigos, geralmente formados a partir de pedras, e que se encaixam entre si. A união das peças é feita através do preenchimento com pedriscos.

  2. Piso intertravado / bloquete: opção mais atual de pisos que se encaixam. O bloquete é formado a partir de concreto e o preenchimento entre as peças é feito com areia.   

 

Espessuras indicadas para cada tipo de uso 

Na hora de escolher o piso o bloquete é preciso escolher a espessura ideal para cada tipo de projeto, garantindo assim bom resultado e durabilidade do revestimento. E para ajudar na escolha do piso conforme a espessura, vamos a uma tabelinha: 

 
 

Quanto custa? Preço m² 

Para quem está considerando o uso de bloquetes como opção de piso para área externa, o custo-benefício é um ponto muito animador; já que tem bom preço e alta durabilidade e resistência. 
O preço médio de cada peça sai por volta de R$ 1,50, mas esse valor por variar de acordo com o modelo e cor. Já a instalação tem custo baixo, e fica em torno de R$ 4 m².  
 

Modelos e Formatos 

O modelo do piso também pode variar, e há modelos bem tradicionais que costumam ser bastante adotados como revestimento.  

 

Hexagonal 

O formato hexagonal ou colmeia de abelha, é um velho conhecido entre as formas de bloquete. Esse tipo de peça tende a ser um pouco maior, e é uma ótima aposta para preencher espaços maiores, como ruas e praças.
As peças são caracterizadas por um modelo com 6 lados e de fácil encaixe, formando um desenho agradável no piso.

 

Ossinho

O nome já dá uma dica de como é o formato desse piso Paver. Como se fosse um ossinho o piso tem forma retangular com as pontas mais abertas e isso dá a forma de osso para o revestimento. 
Esse formato deve ser usado intercalado, de modo que as peças se encaixem entre si. 

 


Raquete  

Mais um nome que dá a dica de formato, o modelo raquete é caracterizado por ter uma das pontas com forma quadrada maior e a outra menor, como se formasse um raquete com cabo. 
Esse tipo de peça deve ser instalada mantendo lado maior com menor, garantindo assim o encaixe perfeito dos bloquetes. 

 


Espinha de peixe
 

O termo espinha de peixe refere-se ao tipo de encaixe dado às peças do piso Paver. 

No caso da espinha de peixe, as peças são instaladas formando uma espécie de V (direcionadas a diagonal) , e assim criam a ideia de uma espinha.

 

Trama

A instalação e encaixe tipo trama é utilizada em bloquetes de formato retangular. 
Esse encaixe é feito através de duas peças de pisos lado a lado e na mesma orientação – vertical ou horizontal. Ao lado desse dupla de piso, é feita uma nova trama, mas dessa vez os dois novos pisos são instalados na orientação contrária da trama anterior. 

 

Fileira

O estilo fileira é o mais simples entre os tipos de instalação, e as peças retangulares são colocadas lado a lado, como se formassem uma fila indiana. Nesse tipo de encaixe, as peças podem seguir uma linha reta ou diagonal. 

 
 

Cores Disponíveis

 

Além das opções de formatos e espessuras, o piso intertravado ainda tem uma variedade de cores, o que permite fazer desenhos em calçadas e até sinalizações. 
Os modelos de cores mais fortes tendem a desbotar com maior facilidade, enquanto as versões mais claras ajudam na economia de energia.

 
 

Instalação

A instalação tem um passo a passo simples, o que é simples e torna o processo rápido. 

Para ajudar no processo de instalar o revestimento, vamos a um tutorial de como instalar piso bloquete.

  1. Faça contenções laterais para que os pequenos blocos não caiam ou deslizem; 

  2. Nivele e compacte o solo em que serão instalados os bloquetes. Para o nivelamento use pedra brita; 

  3. Acima do nivelamento com brita, coloque areia de construção; 

  4. Encaixe as peças conforme os tipos de encaixe e faça os recortes necessários para dar acabamento na instalação; 

  5. Faça os ajustes necessários e distribua areia sobre as peças, de modo que essa areia preencha os pequenos espaços entre as peças; 

  6. Para finalizar, compacte novamente o piso intertravado. 



Para quem quer ver um passo a passo ainda mais completo do processo de instalação, pode assistir aos vídeos abaixo: 

 

Limpeza e Manutenção 

O processo de limpeza do piso Paver é simples e há duas recomendações: 

  • Limpeza do dia a dia: para o dia a dia, use uma vassoura de cerdas firmes e varra bem o revestimento.

 

  • Limpeza mais intensa: no caso de uma limpeza especial e quando o piso está mais encardido, é possível usar ácidos para remoção da sujeira e usar água sem pressão para o enxágue.



Evite: para não danificar o encaixe dos pisos, evite o uso de máquinas de alta pressão para lavar o revestimento. Esse tipo de máquina tende a remover a areia entre as peças e deixar o piso solto.
 

Fotos de Piso Intertravado / PAVER 


 










Agora que você já sabe tudo sobre piso intertravado já pode considerar esse revestimento para a área externa como quintais, calçadas, garagens e outros projetos em que esse tipo de piso possa se enquadrar.



Fonte: casaeconstrucao.org

0